Sexo: 6 tratamentos para libido

Cerca de 43% de todas as mulheres no mundo lutam contra alguma forma de disfunção sexual feminina – que é causada por medicamentos, condições pré-existentes, ou Transtorno de Desejo Sexual (nome clínico para uma falta de interesse crônica em sexo) que causa sofrimento pessoal ou nos relacionamentos. A notícia animadora é que existem alguns tratamentos naturais que podem proporcionar alívio. Mas o primeiro passo para resolver problemas sexuais é conversar com o seu médico, não importa quão constrangedora a conversa possa ser. “Esse problema é incrivelmente comum”, garante Leah Millheiser, professora de ginecologia e obstetrícia na Universidade de Stanford. “Converse com o seu médico, ou peça para ele encaminhá-la para alguém que possa ajudar.” Enquanto isso, aqui vai uma lista criada pelo site Prevention com tratamentos atuais que você pode começar a fazer agora mesmo, olha só.

1. Meditação
Apenas um outro item para a longa lista de benefícios obtidos através da meditação: Um estudo da Universidade de British Columbia acompanhou 117 mulheres por meio de quatro sessões de terapia de 90 minutos baseada em meditação de foco, uma técnica de meditação que enfatiza a total atenção às sensações corporais no momento presente. Nos seis meses de acompanhamento, o tratamento tinha melhorado significativamente o desejo, a excitação, a lubrificação e diminuiu tanto a angústia relacionada ao sexo quanto os sintomas depressivos.

2. Dhea
Abreviação de dehidroepiandrosterona, esse neurotransmissor é necessário para a produção de testosterona, o hormônio que pode acelerar o impulso sexual. Uma pesquisa de homens e mulheres na pós-menopausa com transtorno de desejos sexuais constatou que a suplementação de DHEA elevou a função sexual em mulheres em comparação a um placebo. Curiosamente, o tratamento não foi tão eficaz para os homens.


3. Acupuntura
Uma pesquisa publicada no Jornal de Medicina Alternativa Complementar descobriu que as pequenas agulhas também podem ajudar mulheres que não se interessam muito por sexo. De acordo com o trabalho, cujas participantes tinham problemas com o sexo e usavam antidepressivos, elas apresentam melhoras na libido e lubrificação após 12 semanas consecutivas de tratamento de acupuntura.

4. Testosterona
Esta terapia hormonal talvez seja o mais controverso dos tratamentos, provavelmente porque não é aprovado (pela federação que regula os remédios e tratamentos) para tratar a baixa libido nas mulheres. Mas muitos médicos proporcionam o tratamento de qualquer maneira, porque um certo número de estudos demonstraram que ele é seguro e eficaz. Uma pesquisa alerta, entretanto, que ele pode aumentar o risco de câncer de mama e problemas cardíacos. Ainda assim, esse problema pode ser uma fonte de grande angústia no relacionamento e muitas mulheres estão dispostas a assumir riscos maiores para ter uma chance de recuperação. Os efeitos secundários da ingestão de testosterona geralmente incluem o aumento de pêlos no corpo e acne.


5.Yoga
Um estudo publicado no Journal of Sexual Medicine descobriu que, após 12 semanas de yoga, as mulheres reportaram um aumento da satisfação, do desejo, da excitação, do orgasmo e uma diminuição da dor.

6.Viagra
É sério! As mulheres também podem tirar proveito da pequena pílula azul. Embora não tenha melhorado a função sexual em geral para as mulheres num estudo feito em 1999, ele mostrou mais recentemente ser uma esperança para mulheres cuja disfunção sexual está relacionada com a ingestão de antidepressivos. Ainda assim, os dados sobre essa opção são escassos.

Remédio Caseiro para Dor no Estômago!


Alguns remédios caseiros para dor de estômago são comer folhas de alface ou comer um pedacinho de uma batata crua, trazendo alívio da dor rapidamente.
Estes remédios naturais podem ser consumidos por indivíduos de todas as idades e também pelas grávidas porque não tem contra-indicação. No entanto, se os sintomas persistirem é importante marcar uma consulta com um gastroenterologista.

Remédio caseiro para dor de estômago com alface

Um bom remédio caseiro para dor de estômago com alface é tomar o chá de alface todos dias porque ele é um anti-ácido natural.

Ingredientes

80g de alface
1 litro de água
Modo de preparo

Para prepara este chá para dor de estômago, junte os ingredientes num panela e deixe ferver por cerca de 5 minutos. Deixe descansar devidamente tapado, por 10 minutos. Coe e beba este chá 4 vezes por dia, em jejum e entre as refeições.

Remédio caseiro para dor de estômago com batata

Um outro remédio caseiro também muito eficaz contra a dor de estômago é a batata crua.

Ingredientes

1 batata crua
Modo de preparo

Rale uma batata e esprema-a até sair todo o seu suco, e beba-o logo a seguir. Este remédio caseiro pode ser tomado diariamente, várias vezes ao dia e não possui contra-indicações.

Tratamento para dor de estômago

Para o tratamento da dor de estômago é aconselhado:

Tomar remédios como Ranitidina, Buscopan ou Omeprazol, sob indicação médica;
Não consumir bebidas alcoólicas e refrigerantes, e
Seguir uma dieta rica em legumes cozidos, frutas não cítricas, verduras, vegetais e carnes magras cozidas.
Fazer algum tipo de atividade física com regularidade também é uma ótima forma de extravasar as emoções e, assim, evitar as dores de estômago, de causa emocional.

Como algumas possíveis causas da dor de estômago são: gastrite; má alimentação, nervosismo, ansiedade, estresse, presença da H-Pylori no estômago ou bulimia, todas estas situações devem ser devidamente tratadas para ajudar no combate as dores de estômago.

Remédio caseiro para sinusite



Um excelente remédio caseiro para sinusite, seja ela aguda, crônica ou alérgica, é a inalação de eucalipto, pois ele possui propriedade expectorante e anti-séptica que alivia rapidamente a congestão nasal.  

Ingredientes

5 gotas de óleo essencial de eucalipto ou camomila
1 litro de água fervente
Modo de preparo

Colocar a água fervente numa bacia e adicionar as gotas do óleo essencial, que pode ser comprado em farmácias ou lojas de produtos naturais, e então, inalar o vapor do chá.

É importante respirar o vapor o mais profundamente possível por até 10 minutos, tendo o cuidado de cobrir a cabeça com uma toalha para garantir que respira somente este vapor. Deve-se repetir este procedimento de 2 a 3 vezes ao dia, durante a crise.

Outros remédios caseiros para sinusite

Outros bons remédios caseiros para sinusite são:

Colocar 2 gotas de óleo essencial de limão no travesseiro;
Fazer uma nebulização com soro fisiológico antes de dormir;
Pingar 1 gota da solução de buchinha-do-norte em cada narina, 2 vezes ao dia;
Fazer uma limpeza nasal 2 vezes ao dia com uma solução salina para sinusite que se compra na farmácia.

Para fazer a solução de buchinha-do-norte deve-se colocar 1 buchinha-do-norte num copo de água e deixar de molho toda a noite. 

Tratamento natural para sinusite

Uma das formas de combater os sintomas da sinusite é através de um tratamento natural feito à base de lavagens nasais com solução salina. Basta comprar, em uma farmácia, uma solução salina própria para a sinusite e introduzi-la em uma das narinas. Deixe que o líquido saia pela outra narina, enquanto prende a respiração.

Essa técnica irá ajudar a eliminar a secreção do nariz e dos seios paranasais, sendo uma importante forma de tratamento da sinusite, que não tem contraindicações e pode ser utilizada, até mesmo, durante a gravidez.

Remédios para sinusite

Alguns exemplos de remédios para sinusite são: Sinutab, uma combinação de drogas que aliviam os sintomas da sinusite, a Amoxiclina, que pode ser usado no tratamento da sinusite na gravidez, e a Azitromicina. Porém, esses remédios só devem ser utilizados sob orientação médica.

Sinusite tem cura

A sinusite é uma inflamação dos seios paranasais que provoca dor e incômodo. Mas, felizmente, a sinusite tem cura. Para alcançá-la, o que se deve fazer é seguir o tratamento recomendado pelo médico, que deve incluir a retirada total do líquido infectado, com o auxílio da inalação de vapor. Além disso, o tratamento inclui o uso de antibióticos e mucolíticos e a ingestão de bastante água, para fluidificar ainda mais a secreção, facilitando a sua retirada.

Em caso de sinusite alérgica, o médico deverá considerar o uso de anti-histamínicos.

Como Funciona o Mecanismo de Hidratação do Corpo - Baixa Umidade do ar e os Riscos para a Saúde

Estes Infográficos nos mostram a Importância da Água para o nosso organismo e quais os Riscos para a saúde causados pela baixa umidade do ar.
A série Infográficos do Farmacêutico Digital é fruto de pesquisas em mecanismos de busca sobre informações relacionadas à saúde.
Suas fontes se encontram nas imagens. Caso não estejam expressas nas próprias imagens farei o possível para encontrá-las e citar sua fonte.




Consumo global de antibióticos aumentou de 2000 a 2010


O consumo de antibióticos é um dos principais motores da resistência bacteriana a essas drogas. Variações na resistência a antibióticos entre os países são atribuíveis, em parte, a diferentes volumes e padrões de consumo de antibióticos.
Um recente artigo publicado na revista médica The Lancet Infectious Diseases procurou avaliar as variações do consumo de antibióticos para auxiliar o monitoramento do surgimento de resistência e desenvolvimento de políticas de uso racional de antibióticos. Para tal, foram utilizados dados de vendas de farmácias e uso em hospitais em 71 países.
Verificou-se que entre 2000 e 2010 o consumo de antibióticos aumentou 36% (de 54 083 964 813 unidades padrão para 73 620 748 816 unidades-padrão). Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul foram responsáveis por 76% desse aumento. Na maioria dos países, o consumo de antibióticos variou significativamente com a estação do ano. Houve aumento do consumo de carbapenêmicos(45%) e polimixinas (13%), duas classes de último recurso.
Os autores do estudo, de diversas instituições internacionais, acreditam que o aumento do consumo de antibióticos levanta sérias preocupações para a saúde pública. Deve ser incentivado o uso adequado de antibióticos em países em desenvolvimento. No entanto, para evitar um aumento marcante na resistência e para preservar a eficácia do antibiótico em todo o mundo, programas que promovem o uso racional através de esforços coordenados pela comunidade internacional devem ser uma prioridade.
The Lancet Infectious Diseases, Volume 14, Issue 8 , Pages 742-750, ago 2014.
Autor: boasaude.com.br
Fonte: boasaude.com.br

DIA MUNDIAL DA PSORÍASE


Você sabe o que é psoríase? 29 de outubro é o Dia Mundial desta doença que não escolhe sexo ou idade e que ainda é desconhecida por muita gente. Apesar disso, ela já atinge cerca de 3% da população do país. 
“Qualquer pessoa pode desenvolver a psoríase, que é uma doença inflamatória crônica da pele caracterizada por lesões cutâneas avermelhadas e descamativas, com graus diferentes de intensidade, sendo que os locais mais atingidos são o couro cabeludo, cotovelos, joelhos e dorso. Em alguns casos, ela também pode aparecer em outros órgãos. Lesões nas unhas e articulações, por exemplo, podem surgir em 5 a 20% dos indivíduos acometidos”, explica a dermatologista Bárbara Moura, da Clínica Tez (DF).
No entanto, vale lembrar que a psoríase não é contagiosa, ou seja, nunca é adquirida pelo contato. “A causa da doença ainda não é totalmente esclarecida, mas fatores genéticos, ambientais e imunológicos estão implicados”, afirma. 
De acordo com a especialista, um dos principais problemas é que as lesões, além de causarem prejuízos à qualidade de vida dos portadores, podem ainda comprometer o quadro psicológico, quando interfere, por exemplo, na autoestima da pessoa. 
“A psoríase não tem cura, mas tem controle. O tratamento varia de acordo com a intensidade da doença. São várias as formas e opções de cuidados e a melhor escolha depende da avaliação do médico dermatologista e do diálogo com o paciente. Lesões isoladas são tratadas com medicamentos de uso local, como corticóides, calcipotriol e fototerapia. Casos mais extensos e com comprometimento articular necessitam de medicação oral com imunossupressores. Há ainda situações em que é preciso acompanhamento psicológico, quando o paciente está com baixa autoestima ou ainda quando o emocional é um dos fatores desencadeante da doença”, explica a Dra. Bárbara.
De acordo com a médica, é importante o paciente saber que seguindo as orientações do especialista ele pode ter uma vida normal. “É fundamental um diagnóstico antecipado e tratamento correto porque a psoríase evolui em surtos de novas lesões. O que acontece é que por falta de informação alguns doentes não procuram ajuda no tempo certo. Por isso, o alerta feito pela sociedade e a mídia para o dia 29 de outubro é muito importante para desmistificar a doença e fazer com que o portador da psoríase tenha melhor qualidade de vida”, conclui Bárbara Moura.

Razões para comer semente de ABÓBORA


1. São ricas em aminoácido triptofano, que no organismo se converte em serotonina, ajudando a garantir uma noite de sono bem tranquila. São, também, ricas em magnésio, relaxante natural benéfico para o coração;
2. Os seus altos níveis de proteínas facilmente digeríveis ajudam a estabilizar o açúcar do sangue quando consumida em pequenas quantidades ao longo do dia. A estabilização do açúcar no sangue ajuda, ainda, na perda de peso;
3. As sementes de abóbora são ricas em zinco mineral, que protege a próstata, sendo por isso um importante alimento para a saúde dos homens;
4. São uma boa fonte de ferro, contribuindo para a construção do sangue e aumento de energia;
5. Os seus compostos de fito-esterol ajudam a baixar os níveis de colesterol. Entre as nozes e vários tipos de sementes, as sementes de abóbora têm a segunda maior quantidade de esteróis (perto das sementes de girassol e pistache que ficam em primeiro);
6. São também alcalinizantes para o pH do corpo, ao contrário da maioria dos alimentos que formam ácidos no corpo. A acidez tem sido associada à dor, à doença e até mesmo ao cancro.

ESTUDO COMPROVA QUE ÁGUA EMAGRECE


Acabou a ladainha! Se você quer emagrecer, precisa beber água! E para quem insiste em acreditar que tal atitude pode não fazer tanta diferença, é bom ressaltar que um estudo realizado por uma equipe de cientistas alemães demonstrou, pela primeira vez, que beber água emagrece.

O estudo foi realizado pela clínica universitária Charité de Berlim e publicado na revista "American Journal of Clinical Nutrition". O resultado assegura que a ingestão de água reforça os efeitos de uma dieta de emagrecimento.
"Apesar de nas dietas normalmente ter sido recomendado beber muita água, até agora não havia nenhuma recomendação com base científica", disse a responsável da equipe de pesquisa, Rebecca Muckelbauer.
A partir da análise de cerca de 5.000 referências de diferentes bancos de dados de artigos científicos, os especialistas puderam comprovar que beber água efetivamente acelera os processos de emagrecimento quando se está fazendo uma dieta.
O estudo destaca a conclusão de uma série de dados sobre o sucesso de uma dieta em um grupo de idosos que aumentaram seu consumo médio de água.
As pessoas estudadas que aumentaram em um litro ao dia seu consumo de água emagreceram entre um e dois quilogramas mais que o grupo de controle, que manteve sem alteração a quantidade de líquido bebida.
O efeito de emagrecimento da água em combinação com uma dieta pode acontecer, segundo os cientistas, pela simples sensação física de saciedade com a ingestão do líquido e aceleração do metabolismo.

Barriga Chapada - TRATAMENTOS COMBATEM A GORDURA LOCALIZADA E A FLACIDEZ


Contagem regressiva para o verão! É nesta época do ano que o número de alunos matriculados nas academias quase dobra, as ruas ficam lotadas de pessoas correndo, caminhando e pedalando e, é claro, que as clínicas de estética aproveitam para faturar. Afinal, quem não quer estar em forma para exibir um corpo perfeito nas praias do Brasil?
Para o Dr. Edilson Pinheiro, cirurgião plástico de Fortaleza, estamos em processo continuo de envelhecimento, por isso, o ideal é manter uma alimentação equilibrada e um programa de atividade física que irão refletir os resultados diretamente no organismo. 
Porém, quando se trata de gordura localizada... Segundo ele, se ela já estiver instalada, é preciso uma boa avaliação com o cirurgião plástico ou dermatologista que indicarão o melhor tratamento para cada caso. “Independentemente do método escolhido, não existe milagre. É necessário dedicação e mudança de hábitos”, ressalta. 
Tratamentos combinados
Não há dúvidas, tanto homens quanto mulheres buscam um corpo saudável e bonito. É esta necessidade que faz o tratamento de redução de medidas ser tão procurado nos meses que antecedem os dias de calor intenso. 

De acordo com o cirurgião plástico Edilson Pinheiro, hoje, o tratamento que proporciona resultados mais efetivos no combate à gordura localizada ainda é a lipoaspiração, e para a flacidez na região abdominal o indicado é a abdominoplastia. 

“São tratamentos cirúrgicos com resultados mais rápidos e duradouros. Porém, se o paciente não desejar fazer a cirurgia pensando no pós-operatório que exige determinados cuidados, como não se expor ao sol, por exemplo, existem várias opções de tratamentos não invasivos que podem dar excelentes resultados, mas que demandam muita disciplina, pois irão requerer mudança na alimentação e inclusão de exercícios físicos regulares”, argumenta o especialista.
Neste processo de redesenhar o contorno corporal, é possível somar várias técnicas com o objetivo de potencializar os resultados. “Normalmente não existe apenas um procedimento ou aparelho que sozinho dê o resultado desejado. Em minha experiência de consultório, procuro associar dois ou três métodos”, explica ele. 
Nos casos de flacidez ou gordura localizada o ideal é utilizar, uma vez por semana, um aparelho de radiofrequência que em contato com a camada mais profunda da pele provoca a aceleração das moléculas de água e um aquecimento controlado (a temperatura do corpo é controlada e não gera nenhum desconforto ou dor). 
“O efeito imediato desse aquecimento é a contração das fibras de colágeno, e o resultado disso é a produção de mais colágeno pelo organismo para dar maior rigidez à pele, que é o objetivo do tratamento de flacidez. Somado à radiofrequência, indico a drenagem linfática, que deve ser realizada de uma a duas vezes por semana, além da carboxiterapia, que também ajuda na circulação”, destaca.
Na opinião do Dr. Edilson Pinheiro, a drenagem linfática é muito importante porque, além de ser um método saudável, já que as manobras aplicadas durante a massagem atuam como um poderoso agente desintoxicante, estimulam a circulação sanguínea liberando as toxinas retidas pelo organismo. A drenagem também facilita a penetração de várias substâncias que podem ser usadas durante as massagens no consultório e que em casa que vão agir nas camadas mais internas da derme e, como benefício adicional, ajuda a melhorar o aspecto da celulite.
Resultados
Alguns métodos prometem combater a gordura localizada e a flacidez, mas é importante alertar que, às vezes, um procedimento pode dar uma ótima resposta para um paciente enquanto que para outro o efeito não será o mesmo, porque cada organismo reage de maneira diferente e algumas pessoas são mais disciplinadas em relação à alimentação e atividades físicas, e ao próprio tratamento.  
“Em cada caso é preciso levar em consideração a genética e a intensidade do problema. É por isso que as respostas são tão individualizadas e imprevisíveis. Algumas  desistem no meio do caminho e dizem que aquele tratamento não  funciona porque chegam com uma expectativa de diminuir, no mínimo, 10 cm nas medidas. Elas precisam entender que isso não é uma cirurgia, e que a redução também é muito variável, pois dependerá muito do tipo de pele, genética. Dai a importância da disciplina para se alcançar o resultado tão sonhado”, finaliza o cirurgião plástico.